A facção cultural “Leão Etíope do Méier” atua desde janeiro de 2014, majoritariamente na Praça Agripino Grieco, com uma programação gratuita de múltiplas linguagens artísticas, frequentemente contemplando pautas relativas à cultura afro-brasileira.


Os eventos hospedam, sob curadoria do grupo, shows de artistas nacionais e internacionais, exposições, um cineclube, performances artísticas, circenses, teatrais e de dança, além do projeto Universidade em Desencanto, uma série de aulas públicas, levando discussões e temas - quase sempre restritos ao espaço fechado das universidades - para as praças. Marielle Franco, Nei Lopes e Carlos Moore estão entre os nomes que já ministraram aulas conosco.


Completando mais de cem edições em quatro anos de atividades, o Leão se consolidou como um palco a céu aberto na zona norte da cidade abrigando quase duzentos artistas durante esse período.


Em 2015, o trabalho de curadoria e a capacidade de realização do grupo levou o Leão Etíope do Méier a produzir, a convite da FUNARTE, uma série de cinco espetáculos na Sala Sidney Miller. Ainda em 2015, o Leão firmou parceria com o Imperator - Centro Cultural João Nogueira para produção de eventos. Também fomos um dos palcos da Ocupação O Passeio é Público, o primeiro parque público do Brasil, além de assinar a curadoria do dia da consciência negra na Arena Dicró, bem como um dos dias de comemoração de seu aniversário de 4 anos.


Nossa missão é evidenciar a potência de um espaço público e central na zona norte da cidade enquanto ágora urbana, local de encontro, de integração, de reinvenção do imaginário do morador com o próprio bairro. É explicitar através de shows, de debates, aulas públicas, cineclubes, através do circo e do teatro, como um anfi-teatro hostilizado pelo abandono do Estado e da pressa dos transeuntes de sua principal via, pode se tornar ponto de ebulição cultural e política através das nossas ações.


Fomos premiados pelo edital de Ações Locais da Secretaria Municipal de Cultura - RJ.

Em 2016 nosso projeto Leoa Etíope do Méier também foi chancelado como Ação Local pela Secretaria Municipal de Cultura - RJ e , em 2017, fomos contemplados com o Diploma Heloneida Studart de Cultura, da Comissão de Cultura da ALERJ.


Nosso objetivo maior é fomentar a criação de uma política de acesso à cultura em um espaço democrático ressignificado pelo potencial da arte, promovendo não­ somente uma plateia local, mas subvertendo a lógica histórica a partir de um novo fluxo migratório cultural na cidade, que destaca o Méier e a Zona Norte como territórios férteis de grande potencial criativo, executivo e artístico para um público ávido por experiências da arte como instrumento de transformação e integração entre indivíduo e território, cidadão e cidade.





Mídias:


Site --> www.leaoetiopedomeier.com

Instagram → www.instagram.com/leaoetiopedomeier/

Twitter → https://twitter.com/leaoetiope

Facebook → www.facebook.com/leaoetiopedomeier


Apoio institucional

Sou Méier → www.soumeier.com.br


Midias Parceiras

Zona Norte etc. → www.zonanorteetc.com.br/



Vídeos:

https://www.youtube.com/results?search_query=Le%C3%A3o+Et%C3%ADope+do+M%C3%A9ier