O Maré Longboard é um grupo composto por jovens do Complexo de favelas da Maré. Os realizadores são admiradores e praticantes de Longboard, esporte radical reconhecido no mundo. Nossa trabalho é desenvolvido no Rio de Janeiro, com ações pontuais na comunidade Nova Holanda no Complexo da Maré. Desde 2015 nos mantemos ativos e consequentemente compartilhando nossa paixão, difundindo os benefícios saudáveis de se andar de skate e do estilo de vida por trás do esporte.

Trata-se de uma proposta que objetiva potencializar uma iniciativa já existente: O Maré Longboard vive na coletividade e transita com outras culturas incentivando, revitalizando e incluindo a cultura urbana no Complexo da Maré. Com isso, espera-se também maiores esclarecimentos sobre a inclusão social gerada pelo esporte, mostrando que, se associado a um movimento integrado de mobilização, transporte, e socialização, além de ser um esporte que por trás dos benefícios físicos e mentais gerados, não há custos para uma prática saudável! Uma outra preocupação é esclarecer que há inúmeras possibilidades de utilização sobre o que é possível aprender com o Longboard, como por exemplo, a necessidade de disciplina, atenção e que este é um esporte acessível e possível de ser realizado por qualquer pessoa, independente de idade, gênero, raça, ainda que essa acredite que tenha limitações. O grupo é um multinível onde todas as pessoas são responsáveis pela organização das oficinas livres de Skate em eventos maiores organizados pelo próprio coletivo, ou não (como, por exemplo, oficinas realizadas em parceria com diversos espaços). Já foram realizadas oficinas e eventos com um número expressivo de esportistas nas diversas modalidades de longboard, além de familiares dos participantes e representantes de culturas de rua e urbana além do skate. As oficinas contam com aulas base (práticas e teóricas) sobre o esporte com foco na qualidade de vida, cultura urbana, economia criativa e sustentabilidade na Maré. São realizadas por instrutores com 7 anos de experiência como skatistas, nesse sentido, desenvolveram um método seguro e eficaz para toda faixa etária de idade se sentir confortável/confiável para a prática do esporte; que combina equilíbrio (entendimento e controle do que é possível para realizar movimentos confortáveis e seguros sobre o skate) e consciência corporal (familiarização com o corpo e os movimentos necessários para a realização das manobras e/ou do simples "andar" de skate, evitando quedas e ensinando a "cair consciente", minimizando os riscos). Além disso, trabalha-se a questão da organização e concentração através da limpeza e valorização do equipamento.